Compra consciente!

segunda-feira, julho 14, 2014


Olá galera! Tudo bem?
Hoje é segunda, então venho com uma super dica para vocês. O assunto é meio chato, mas é super interessante, garanto. Quando vim para a Inglaterra estudar moda, a primeira pergunta que me fizeram foi "Você sabe de onde vem suas roupas?". A pergunta parece simples mas, na realidade, não é tanto.

Ok, você entra em uma loja (que pode ser multimarcas ou não), vê o que gosta, e assim escolhe as roupas. Mas como foi o processo de fabricação do produto? Será que vale a pena pagar mais barato por uma marca onde os trabalhadores são escravizados (no ano de 2013, uma empresa irlandesa foi acusada de proibir os funcionários de ir ao banheiro, trabalhar mais de 14 horas por dia, e ganhar um valor super baixo, sem direito a água, muito menos alimentação)? E as famílias destas pessoas? E os famosos direitos humanos? Enfim...

No dia 24 de abril de 2013, o prédio Rana Plaza, em Bangladesh, desabou e mais de mil e cem pessoas morreram, e depois disso, o escândalo do trabalho escravo veio à tona. Após esta data, a empresa deu uma repaginada, e hoje até tenta convencer os consumidores de que é uma marca que é contra este tipo de exploração e tal, entretanto no mês passado, duas mulheres distintas encontraram um pedido de socorro em etiquetas de roupas (como na imagem acima). A companhia, em nota, disse que esta foi uma brincadeira de mal gosto do pessoal do Reino Unido, mas até que ponto será que isto é mentira, ou então, quem está mentindo? Bom, isto só eles sabem!

No dia 24 de abril deste ano, algumas empresas de roupas recicláveis e sustentáveis criaram o Fashion Revolution Day, onde pessoas do mundo inteiro tiraram fotos usando as hastags #insideout e #fashionrevolution. Além disso, alguns nomes da moda sustentável, como Carrie Somers, deram uma palestra sobre o assunto na Somerset House, em Londres. A foto abaixo, foi tirada por mim, e a modelo é minha amiga Jacqueline Harba, da Romênia.



Algumas lojas disponibilizam as informações de como fabricam os produtos, outras até falam o nome da pessoa que fez, o que é muito legal. Uma maneira fácil de saber em quem confiar, é acompanhar as redes sociais das marcas preferidas. Vivienne Westwood (minha estilista preferida <3), Stella McCartney (filha do lindo Paul, dos Beatles), e Gucci são três grandes marcas que estão sempre em projetos contra a escravidão, fazem projetos a favor da natureza, e tal. No Brasil, uma ótima marca, é a Goóc, que faz sapatos e bolsas de pneus reciclados.


Uma boa maneira de escolher onde fazer suas compras, é sempre consultar o site das marcas ou lojas, e ver se elas dão informações de produção, além do local onde é feito, como por exemplo, "Made in China" (quando não conheço muito sobre a marca, tento não comprar roupas feitas em Bangladesh, por respeito ao desastre). Não é difícil, basta um clique e alguns minutos de paciência, que podem, de repente, salvar várias vidas que, querendo ou não, têm uma certa ligação com você, uma vez que estas pessoas criam a vestimenta que você usará várias vezes.



Parece um assunto meio bobo e chato, mas vale a reflexão!

Bom, é isso, galerinha! Semana que vem, estarei aqui novamente!




Deixem opiniões, sugestões, reclamações, por favor!

Beijinhos,

Poderá gostar também

2 comentários

  1. Oii é bem interessante isso porque realmente muitas empresas abusam dos trabalhadores e nós não sabemos, né.
    Lola, sobre a sua pergunta no meu blog não acho que o óleo extraordinário da L'Oreal para cabelos com frizz desembarace os fios. Se a finalidade for de hidratação e controle de volume, indico os leave in termoativados da Yenzah. Se você não usar secador ou chapinha ficam bom do mesmo jeito. Vê um que você se identifique mais pro seu tipo de cabelo e testa.
    Ah,só é importante passar pouca quantidade. Ele é potente então não precisa carregar. Acho um pump suficiente.
    Bjs, Bruna Letícia.
    www.moranguinhuemake.com
    Fan page: https://www.facebook.com/MoranguinhuEMake
    Instagram: www.instagram.com/moranguinhuemake
    Twitter: www.twitter.com/brumorango
    Youtube: www.youtube.com/moranguinhuemake

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna, tudo bem? Obrigada pelo seu comentário e visita, realmente é um assunto muito importante que todos nós deveríamos prestar atenção!
      Acho que vou ficar com algum leave-in então, quero um que desembarace bem os fios. beijao

      Excluir

NAO APAGAR!

Nome

E-mail *

Mensagem *